Biologia em pauta

Dia Nacional do Doador de Sangue

Um ato de solidariedade que salva vidas

doador

O Dia Nacional do Doador de Sangue, celebrado anualmente em 25 de novembro, foi instituído para agradecer aos doadores e conscientizar a população sobre a necessidade da doação. Em 2020, a data assume um caráter especial, porque a pandemia da Covid-19 reduziu o contingente de doadores e os estoques de sangue nacionalmente.

Responsáveis pelos bancos de sangue e hemocentros ressaltam que nunca foi tão importante doar e enfatizam a adoção de medidas para garantir a segurança dos doadores em relação à contaminação pelo Coronavírus, como o distanciamento e a higienização nos locais de coleta.

Para localizar o centro de coleta mais conveniente, abra um site de buscas, como o Google, e digite “como doar sangue” e o nome da sua cidade. Os requisitos básicos para doação são: ter entre 16 e 69 anos, pesar no mínimo 50 quilos e estar saudável. No hemocentro, você passará por uma triagem para determinar a sua condição de doar sangue.

A Dra. Virginia Picanço e Castro, Bióloga e pesquisadora do Hemocentro de Ribeirão Preto, destaca a forte presença de Biólogos e Biólogas nas diversas áreas dos hemocentros. No setor de Assistência da sua instituição, que faz parte de um complexo que engloba a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP (FMRP-USP) e o Hospital das Clínicas (HC) da FMRP-USP, trabalham vários Biólogos, farmacêuticos e biomédicos. Já no setor de Pesquisa, as equipes são ainda mais interdisciplinares e, além das três profissões citadas, incluem também vários engenheiros, químicos e outros profissionais de nível superior.

A Dra. Virginia trabalha com duas linhas principais de pesquisa. A primeira envolve a produção de fatores de coagulação para hemofílicos. O objetivo é desenvolver drogas injetáveis para esses pacientes, que no futuro venham a substituir as atuais drogas importadas. A segunda linha é relacionada a terapias com células T Car (ou Car T), tratamento inovador contra o câncer.

“A gente tem que sempre se esforçar e doar sangue. É um ato tão nobre. Salva vidas”, declara a Dra. Virginia.

(Publicado em 25 de novembro de 2020)

CRBio Digital

Serviços Online

Transparência

Anuncie