Biologia em pauta

Webinar discute COP 15 da Convenção sobre a Diversidade Biológica

webinar

O webinar gratuito “O que esperar da 15ª Conferência das Partes da Convenção sobre a Diversidade Biológica” acontece na segunda-feira, 22 de fevereiro, a partir de 15h, no canal de Youtube da Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (BPBES).

A COP 15, que seria realizada em outubro de 2020 em Kunming, na China, foi adiada para 17 a 30 de maio de 2021, no mesmo local, mas os organizadores já discutem a possibilidade de um novo adiamento para outubro.

A Convenção Sobre Diversidade Biológica (CDB), objeto da conferência, é um tratado da ONU idealizado durante a ECO-92 no Rio de Janeiro, que já foi ratificado por mais de 196 países, inclusive o Brasil, por meio do decreto 2.519/1998.

O Biólogo Carlos Alfredo Joly, professor doutor do Instituto de Biologia da Unicamp, explica que o principal objetivo da COP 15 será criar novas metas globais para a conservação da biodiversidade, em substituição às 20 Metas de Aichi, estabelecidas em 2010 durante a COP 10 em Aichi, no Japão, cujo prazo de validade expira em 2020.

O objetivo do webinar é ser um fórum de discussão das novas metas. Carlos Joly espera a participação de mais de 250 especialistas e interessados, principalmente Biólogos, assim como engenheiros florestais e agrônomos, ambientalistas, profissionais das ciências humanas, entre outros.

Além de brasileiros, espera-se a participação no webinar de especialistas da Colômbia, em função da palestra da colombiana Ana María Hernández Salgar, chair da Plataforma Intergovernamental sobre Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (IPBES).

Carlos Joly esclarece que os países membros da CDB cumpriram apenas cerca de 30% das Metas de Aichi. Os avanços aconteceram principalmente na criação de áreas de proteção terrestres e marítimas, no conhecimento da biodiversidade e na pesquisa. No entanto, não se atingiram as metas de diminuição das pressões sobre a biodiversidade (pelos desmatamentos, queimadas etc.), da fragmentação de habitats (pela expansão da agricultura e cidades e construção de estradas e ferrovias, por exemplo) e do controle de espécies exóticas invasoras.

“As Metas de Aichi não foram atingidas e agora precisamos de uma nova estratégia. Gostaríamos de chegar na COP 15 a um documento equivalente ao Acordo de Paris, que estabeleceu um indicador objetivo para a redução do aquecimento global. No caso da biodiversidade, vamos precisar estabelecer um conjunto de indicadores”, afirma Carlos Joly, que já foi conselheiro do Conselho Regional de Biologia da 1ª. Região (CRBio-01) e do Conselho Federal de Biologia (CFBio).

Programação do webinar: O que esperar da 15ª Conferência das Partes da Convenção sobre a Diversidade Biológica

22/2/2021 às 15h

Formato: Virtual transmitido por meio do Canal Youtube da BPBES

15h – Abertura Carlos Alfredo Joly - Coordenador da BPBES
15h30 – La importancia de los mensajes del IPBES para el proceso de toma de decisiones del marco de la biodiversidad mundial. Ana María Hernández Salgar – Chair of IPBES
16h – Perguntas e Respostas
16h15 – O engajamento do Brasil nas negociações da COP15 da Biodiversidade. Rafael Loyola - FBDS & BPBES
16h45 – Perguntas e Respostas
17h – Encerramento

(Publicado em 19 de fevereiro de 2021)

CRBio Digital

Serviços Online

Transparência

Anuncie