Biologia em pauta

CRBio-01 participa da VIII Reunião do GT de Práticas Integrativas e Complementares do FCAFS

O Fórum dos Conselhos de Atividades Fim da Saúde de São Paulo (FCAFS) realizou a VIII Reunião do GT de Práticas Integrativas e Complementares no último dia 13, na sede do Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP).

O Conselho Regional de Biologia da 1ª Região (CRBio-01) foi representado, na reunião, por Ana Paula de Arruda Geraldes Kataoka, Bióloga e Conselheira do Regional. Além dos conselhos de Biologia e Farmácia, a reunião contou com a presença dos conselhos de Biomedicina, Educação Física, Fonoaudiologia e Psicologia.

Na ocasião, o grupo decidiu pelo encaminhamento à Agência Nacional de Saúde (ANS) do Ofício FCAFS nº 72/2019, com o propósito de assegurar o exercício profissional de acupuntura a diversos profissionais da área da saúde, desde que sejam qualificados mediante formação específica. O ofício também teve como objetivo solicitar o apoio da ANS junto às operadoras de Plano de Saúde para o credenciamento e reconhecimento desses profissionais e para o reembolso de seus atendimentos.


Além disso, na reunião, decidiu-se pela elaboração de ofício à Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo (SMS-SP) como instrumento de apoio e incentivo às Práticas Integrativas e Complementares em Saúde no município. O grupo também decidiu pela redação de ofício em apoio ao Projeto de Lei 1.549/2003, que disciplina o exercício profissional da acupuntura. Uma vez aprovado pelos conselhos participantes do Fórum, o ofício deverá ser enviado ao Senado, onde tramita o PL.

Por fim, foi proposta a realização, no próximo ano, de evento organizado pelo FCAFS sobre Práticas Integrativas e Complementares em Saúde. A Conselheira do CRBio-01 Ana Paula Kataoka aprova a ideia do evento, por acreditar que é um meio de promover o intercâmbio de conhecimento e contribuir para a disseminação das experiências bem-sucedidas na realização de PICS. “Entendo que será uma ótima oportunidade de mostrar como as terapias complementares podem ser aliadas para a resolução de problemas de saúde, destacando-se os benefícios do tratamento integrado entre medicina convencional e práticas integrativas e complementares”, afirmou Ana Paula.

CRBio Digital

Área do Biólogo

Transparência

Anuncie