Biologia em pauta

Papagaios ajudam contra o desmatamento de araucárias, aponta pesquisa

19 de Outubro de 2016 – Uma pesquisa realizada por várias universidades brasileiras e por cientistas do Museu Nacional de Ciências Naturais (MNCN) e da Estação Biológica de Doñana, ambas do CSIC (Conselho Superior de Investigações Científicas), mostra que os papagaios, que até então eram considerados nocivos para as plantas por supostamente destruírem as sementes das quais se alimentam, contribuem para expandir a araucária, uma árvore ameaçada pelo desmatamento das selvas tropicais.


Os pesquisadores estudaram o comportamento de nove espécies de papagaios em várias áreas. Oito espécies consumiram 48% das sementes e cinco dessas espécies dispersaram as sementes em uma média de 250 metros, uma distância muito similar à qual se observa em aves como gralhas neotropicais do gênero Cyanocorax, considerados excelentes dispersoras de sementes da araucária e outras espécies.


A análise então descobriu que os papagaios transportam as sementes de araucária no bico para consumi-las em outros lugares e acabam derrubando as sementes parcialmente comidas. Essas sementes bicadas germinam melhor que as que não demostram nenhum dano porque permitem que a umidade penetre melhor e que a planta brote com mais facilidade.


Os resultados ainda apontam que estas plantam desenvolveram a capacidade de criar um efeito saciador nos papagaios fazendo com que desprezem sementes viáveis sem terminar de consumir e ajudem assim na dispersão.




Fonte: Ex-Libris Comunicação Integrada, Assessoria de Imprensa do CRBio-01

CRBio Digital

Área do Biólogo

Transparência

Anuncie