Biologia em pauta

Pesquisadores australianos testam veneno da coral azul como analgésico

5 de dezembro de 2016 - A revista científica Toxin publicou uma matéria sobre pesquisa realizada na Universidade de Queensland, na Austrália, que aponta o veneno da coral azul, considerada uma das cobras mais mortais do mundo, como antídoto para dor.


De acordo com os pesquisadores, a ação do seu veneno é quase que imediata, enquanto que o veneno de outras espécies tem uma ação parecida a de um sedativo, agindo lentamente. Eles descobriram que o veneno atinge receptores críticos para a dor nos seres humanos.


A rapidez da ação paralisante do veneno se justifica pelo fato de a coral azul se alimentar de animais perigosos, que precisam ser mortos rapidamente. Nativa do Sudeste Asiático, a espécie pode chegar a até 2 metros de comprimento.





Fonte: Ex-Libris Comunicação Integrada, Assessoria de Imprensa do CRBio-01

CRBio Digital

Área do Biólogo

Transparência

Anuncie