Biologia em pauta

Anvisa divulga composto da vacina da gripe com nova cepa do vírus H1N1

31 de outubro de 2016 – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou, nesta segunda-feira (31), a composição da vacina contra a gripe que estará disponível no Brasil no ano que vem. Pela primeira vez, desde 2010, a vacina trará uma nova cepa do vírus Influenza A/H1N1.


Todo ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) faz uma previsão de quais tipos de vírus Influenza devem circular no inverno do hemisfério norte e do hemisfério sul com base em amostras coletadas de pacientes em todo o mundo. Nessas previsões, a Organização percebeu que o vírus da gripe passa por mutações frequentes e, no ano passado, ele sofreu alterações genéticas. Com base nessa informação, a Anvisa determina qual deve ser a composição da vacina para o ano.


A OMS ainda alerta que independente da composição da vacina da gripe não mudar de um ano para o outro, os grupos mais vulneráveis (como crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, idosos, profissionais da saúde, povos indígenas e pessoas portadoras de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade) devem se vacinar todos os anos porque a quantidade de anticorpos diminui ao longo dos meses, reduzindo o grau de proteção.


De acordo com a resolução da Anvisa publicada no Diário Oficial da União, a vacina de Influenza trivalente de 2017 deverá conter os seguintes vírus:
- Influenza A (H1N1), subtipo Michigan/45/2015
- Influenza A (H3N2), subtipo Hong Kong/4801/2014
- Influenza B, subtipo Brisbane/60/2008
- Já a vacina de Influenza tetravalente deve conter, além dessas três cepas, o vírus Influenza B, subtipo Phuket/3073/2013.




Fonte: Ex-Libris Comunicação Integrada, Assessoria de Imprensa do CRBio-01

CRBio Digital

Área do Biólogo

Transparência

Anuncie