Biologia em pauta

Programa Cidade Verde, de SP, deve ser executado por quem realmente entende

07 de junho de 2017 - No início do mês de maio, a prefeitura de São Paulo divulgou o lançamento de um programa, chamado Cidade Verde, que promete a plantação de 1 milhão de árvores até o fim da nova gestão. A administração municipal diz que um estudo foi realizado para identificar as espécies de cada árvore e o local mais adequado para o seu plantio. “Nos últimos anos, a cidade de São Paulo registrou um número altíssimo de queda de árvores, principalmente em dias de tempestades mais severas. Para uma cidade do tamanho de São Paulo, é importantíssimo a conservação da Floresta Urbana para garantir melhor qualidade de vida à sociedade”, diz a Bióloga Iracema Helena Schoenlein-Crusius, pesquisadora científica do Instituto de Botânica (SMA) e membro do CRBio-01 – Conselho Regional de Biologia – 1ª Região (SP, MT e MS).


Entre os benefícios que o verde traz para as cidades estão conforto térmico, manutenção da qualidade do ar, controle da poluição sonora e o gerenciamento das águas das chuvas, já que a própria vegetação diminui os riscos de enxurradas e de erosão. “Mas, infelizmente, muitas árvores da cidade estão doentes porque não são cuidadas como deveriam. Entre os principais motivos para o enfraquecimento das árvores nas grandes metrópoles estão a falta de espaço para o crescimento das plantas, podas mal feitas – em muitos casos por quem não é habilitado para isso, e também a infestação de cupins e fungos, além da escolha da espécie arbórea, muitas vezes, não ter sido a mais adequada”, diz Iracema.


De acordo com a Bióloga, o principal trabalho para evitar a queda de árvores deve ser o preventivo. “É preciso se antecipar às causas dos eventos que podem provocar problemas como os registrados nos últimos anos, e cuidar delas enquanto são saudáveis. Isso deve ser feito por quem realmente entende, por profissionais capacitados”, diz. Para ela, o que se nota, hoje, é que no passado ocorreram muitos erros no planejamento para o plantio de árvores na cidade. “Realmente esperamos que, a partir desse estudo anunciado pelo prefeito, os erros do passado não se repitam”, completa.


No entanto, do total de árvores prometidas até o fim da atual administração, 400 mil serão por meio de mudas doadas à população, de acordo com declarações do prefeito João Dória.



Fonte: Ex-Libris Comunicação Integrada, Assessoria de Imprensa do CRBio-01

Anuncie

CRBio Digital

Área do Biólogo

Transparência